fbpx

Follow us on social

Pensando em investir em Bitcoin e em outras criptomoedas?

 

Ilustração de uma moeda virtual.

Entenda como funciona e os cuidados que deve tomar antes de começar a comprar e vender criptoativos.

 

Separador de texto - investir em criptomoedas

 

Quando falamos em moedas virtuais a primeira coisa que vem na cabeça é o  Bitcoin, por ser considerada a principal e a mais valorizada moeda do mercado, mas além dela existem mais de dois mil criptoativos em funcionamento. Por ser um sistema revolucionário que não precisa de intermediários, como um Banco Central para funcionar, e por ter momentos de grande valorização, o Bitcoin e outras criptomoedas tem chamado cada vez mais a atenção de investidores.

A questão é não basta ter apenas vontade para começar a investir. É preciso saber como essas moedas funcionam e os cuidados que devem ser tomados antes de realizar o investimento. 

 

Separador de texto - investir em criptomoedas

 

Confira as principais dicas, antes de começar a aplicar seu dinheiro neste mercado: 

 

1° Como funciona?

Pelo fato de ser um assunto relativamente novo, já que o Bitcoin começou a funcionar em 2009 e logo após milhares de criptomoedas surgiram, compreender como o seu sistema funciona não é uma tarefa simples.

Então, se existem dúvidas sobre como é o funcionamento do Bitcoin e das outras moedas virtuais. Assistir vídeos informativos e conversar com pessoas que já possuem alguma experiência nesse mercado, pode ajudar e muito no seu entendimento antes de começar a investir em criptomoedas. 

Esse primeiro passo é muito importante para evitar possíveis transtornos.

 

2° Qual criptomoeda investir?

Existem milhares de opções de criptomoedas no mercado, cada uma com seu diferencial. Escolher qual é a que mais combina com as suas necessidades e expectativas é fundamental para iniciar.

Mas investir em Bitcoin não é a melhor opção? 

Não é porque é a moeda mais valorizada do mercado que trará mais lucro.

Outros criptoativos também têm sido opções para quem deseja investir.

No site https://coinmarketcap.com/all/views/all/, é possível ver quais são as principais criptomoedas. 

 

3° Acompanhar o mercado

Nessa etapa é indispensável estar atento a tudo o que acontece no mercado; gráficos, notícias, tendências, para garantir que estará fazendo um bom negócio.

Para muitos parece óbvio, “comprar na baixa e vender na alta”, mas na prática os criptoativos não funciona bem assim. Isso porque as moedas virtuais são voláteis e ao mesmo tempo que podem valorizar muito rápido, podem também ter uma queda rápida.

É nesse momento que algumas pessoas se desesperam por não estarem acostumadas com essas oscilações bruscas, e acabam vendendo suas cripto na hora errada. 

Por isso lembre-se: criar uma estratégia antes de investir em criptomoedas e não se deixar levar pela emoção, fazem toda diferença.

 

4° Que tipo de investidor você é?

No mercado financeiro existem vários tipos de investidores: conservadores, moderados e agressivos. Por isso, antes de fazer qualquer investimento o ideal é identificar qual é o seu perfil. 

 

     • Conservador:

Prefere fazer negócios de baixo risco, garantindo a segurança do valor aplicado. 

No mundo das criptomoedas, esse perfil procura manter seus investimentos nas principais moedas virtuais, pois a chance de desvalorização é menor.

Além disso, acreditam que essas moedas a longo prazo podem valorizar então preferem comprá-las e as deixam guardadas.

 

     • Moderado: 

Esse perfil é um meio termo entre o conservador e o agressivo. Ao mesmo tempo que ele quer que seus investimentos se mantenham seguros, ele se sujeita a arriscar para tentar obter mais lucro. 

Uma parte de seu dinheiro acaba investindo em bitcoins, por ser a principal moeda, e o resto diversifica entre outras moedas que podem trazer lucros satisfatórios. 

 

     • Agressivo:

Conhecido como traders, esses investidores se propõem a correr riscos buscando ganhar dinheiro com operações de curto prazo. 

Para conseguir obter lucro dessa maneira é necessário ter muita dedicação e comprometimento. 

 

5° Vá com calma

Cada mercado se comporta de uma maneira; o das criptomoedas é conhecido por sua volatilidade.

Mas isso é um fator negativo?

De maneira nenhuma, mas assim como os lucros podem vir de maneira rápida, os prejuízos também, por isso a dica é começar com pouco dinheiro.

Dessa forma será possível entender como funciona esse mercado na prática, sem correr riscos de perder grandes quantias investidas.

Conforme for se sentindo seguro, pode aumentar os valores investidos, mas lembre-se de nunca deixar suas ações serem influenciadas por emoções, para evitar qualquer tipo de perda.

 

6° Não existe dinheiro fácil

O tempo inteiro pessoas fazem investimentos com objetivo de garantir lucros, seja a curto ou a longo prazo.

A questão é que independente da maneira, ganhar dinheiro não é fácil, por isso sempre que surgirem propostas tentadoras é necessário ficar atento para não cair em golpes. 

 

7° Procure uma exchange de confiança 

Exchanges são as “corretoras” das criptomoedas: por meio delas usuários podem vender e comprar criptoativos. 

Como existem diversas opções, antes de fazer o cadastro em uma corretora para efetuar negócios, é preciso pesquisar sobre o histórico da empresa e o tempo que está atuando no mercado. 

Essa análise garante maior segurança as suas moedas virtuais.

Uma opção de site para ver quais são as principais exchanges do mercado: https://cointradermonitor.com/preco-bitcoin-brasil

 

8° Guarde bem suas criptomoedas

Antes de começar a negociar criptomoedas, faça uma carteira privada. 

Nela você terá controle total sobre suas moedas virtuais, além de ser a maneira mais segura de guardá-las. 

 

9° Anote as seedwords de sua carteira

Assim como podemos perder uma carteira física de dinheiro, no caso das carteiras virtuais isso também é possível.

Vamos supor que o software da sua carteira cripto está instalado em seu computador, e de repente ele para de funcionar e todas as informações contidas nele são perdidas, quer dizer que as criptomoedas da sua carteira também desaparecerão? 

Não necessariamente. Quando um usuário cria uma conta em uma carteira, ele recebe 12 ou 24 palavras geradas, chamadas de “seedwords”, que servem como um backup para sua wallet.

Por isso é muito importante ter essas seedwords anotadas de forma física, pois é ela que garante acesso a sua carteira independente de qualquer problema que possa ocorrer. Caso não tenha essas seedwords anotadas, não será possível acessar suas criptomoedas, logo as perderá para sempre.

 

10° Utilize simuladores

Para quem tem receio de investir seu dinheiro sem ter nenhuma experiência, uma boa alternativa são os simuladores.

Existem opções que permitem ao usuário simular compras e vendas de Bitcoins e outras altcoins, utilizando dados do mercado em tempo real. 

Uma opção de site que disponibiliza essa prática:http://main.coins2learn.com/

 

Separador de texto

 

Entender o funcionamento e tomar os cuidados necessários na hora de começar a investir em criptomoedas, são fatores que garantem maior segurança para quem quer entrar nesse mundo de moedas virtuais.

 

Separador de texto

 

Sobre o Bitcoin News

Somos a vanguarda da informação sobre Bitcoin e altcoins no Brasil.Desde 2013, fazemos iniciantes entenderem o que é criptomoeda e como funciona a blockchain e ajudamos especialistas a tomar decisões de investimento por meio de conteúdo original e notícias relevantes sobre as diferentes moedas digitais. Para isso, tornamos o conhecimento acessível em artigos, tutoriais, vídeos, podcasts e newsletters. Neles, informamos diariamente o valor do Bitcoin, Ethereum, Bitcoin Cash, Litecoin ou outros ativos, acompanhamos a movimentação do mercado de Bitcoin e seus efeitos sobre outras criptomoedas, avaliamos exchanges, moedas e outros projetos, trazemos especialistas para explicar conceitos e acontecimentos, e ensinamos desde operações básicas, como comprar Bitcoin, até mais complexas, como montar uma máquina de mineração.Se você quer ser o primeiro a saber disso tudo, acompanhe nossas redes sociais.