fbpx

Follow us on social

Entenda o que é Bitcoin

 

Ilustração de uma moeda de Bitcoin.

 

Bitcoin: Saiba como funciona e as principais características que o diferencia das demais moedas digitais do mercado.

 

Separador de texto - Bitcoin.

 

Conhecida por ser uma moeda digital, que só existe na Internet, essa criptomoeda, modo como o Bitcoin é chamado, gera inúmeras dúvidas e perguntas desde que foi criada em 2009.

Mesmo estando há anos no mercado e atualmente ser a moeda mais valorizada nesse meio, muitas pessoas ainda querem entender melhor o que é e seu funcionamento.

Para que as dúvidas e perguntas sejam esclarecidas nessa matéria, vamos explicar de maneira clara todos os detalhes para que nosso leitor se sinta seguro para investir ou até mesmo para falar sobre o assunto. 

 

Como funciona o Bitcoin

 

Todos os dias, durante 24 horas o dinheiro é usado no mundo como forma de negociação ou até mesmo de investimento. Com o Bitcoin não é diferente, assim como o real, dólar e o euro, o Bitcoin é uma moeda, porém totalmente virtual.

Em 2008 um suposto grupo ou uma pessoa conhecida pelo pseudônimo (nome fictício) Satoshi Nakamoto, publicou em uma lista de e-mail um whitepaper (tese) mostrando o conceito dessa moeda, mas foi só  em 2009 que Satoshi disponibilizou o software para que a invenção começasse a funcionar.

O Bitcoin (BTC), conhecido também como criptomoeda, tem como principal característica seu sistema 100% descentralizado, um sistema também conhecido como peer-to-peer (ponto-a-ponto), que possibilita fazer transações sem a necessidade de intermediários para funcionar, o que significa que não existe um órgão central, como um banco que a controle.

Para ficar mais claro, vamos supor que você queira fazer uma transação eletrônica, utilizando uma moeda como o real por exemplo, você terá como intermediário um banco, que dirá se houve ou não essa transação. Caso o banco argumente que não houve a transação ou se tiver algum problema no sistema não temos como provar o contrário. 

A ideia de Nakamoto foi criar um sistema que não depende de um banco central, não tem um chefe ou um governo no controle. Todas as transações passariam por um sistema onde teria uma espécie de “testemunhas”, que no caso de qualquer problema poderiam comprovar que aquilo realmente aconteceu.

Para que essas transações fossem viáveis e seguras sem ter uma entidade central no controle, Nakamoto criou uma tecnologia conhecida como blockchain (cadeia de blocos), operado em uma rede  peer-to-peer de diversos computadores, em uma linguagem mais fácil de entender é como se fosse um “banco de dados online”, ou um “registro de transações”, onde todas as transações são criptografadas para garantir a segurança do processo e de seu usuário quando é confirmada, e que ao ser concluída ficará para sempre registrada neste “bloco de transações”. 

 

Separador de texto - Bitcoin.

 

Exemplificando

 

Primeiro o usuário deve criar uma carteira digital para poder enviar e receber moedas

Para que a pessoa “X” consiga enviar bitcoin para a pessoa “Y” é necessário que essa transação passe por um processo conhecido como mineração“, que consiste na validação e no registro dessas transações na blockchain.

Nesse processo, milhares de computadores tentam resolver um problema matemático complexo e quando um consegue, ele valida a transação (ou seja, a transação vai para a Blockchain), e transmite essa informação para o restante da rede.

Todos os usuários têm acesso ao bloco de transação, logo qualquer fraude é facilmente detectada e invalidada, o que torna o sistema extremamente seguro. 

Esse processo leva cerca de 10 minutos, e como forma de recompensa o minerador recebe Bitcoins recém gerados. 

No início qualquer usuário com um computador tinha como “minerar”, porém com o aumento do interesse nessa criptomoeda, essa função agora é desempenhada por empresas que têm máquinas super potentes.

Além disso Satoshi, estabeleceu que de tempos em tempos o nível de dificuldade deste problema seria reajustado pela rede, mantendo o tempo do processo o mesmo e garantindo que  novas moedas sejam emitidas de forma previsível.

 

Como funciona o processo de transação de Bitcoin.

Ilustração mostrando como funciona o processo de transação de Bitcoin.

 

Aonde devo guardar essas moedas?

 

Assim como guardamos o Real e o Dólar em uma carteira de dinheiro, o Bitcoin e as altcoins são guardadas em carteiras digitais on-line ou off-line, que funciona como uma conta bancária, nesse caso a carteira digital funciona para enviar, armazenar e receber moedas.

Nessa carteira digital, não consta o nome e dados da pessoa. Cada usuário é identificado através de seu endereço composto por números e letras. 

 

Como posso comprar Bitcoins?

 

Existem algumas maneiras:

Comprando diretamente de uma pessoa.

• Comprando de uma exchange (como se fosse uma casa de câmbio), especializada em venda de criptomoedas. Você pode comprar utilizando criptomoeda, dinheiro, ou até mesmo cartão de débito e crédito.

Minerando (porém esse processo exige máquinas super potentes, com software específico, além do gasto de energia elétrica ser elevado).

Aceitando criptomoedas como forma de pagamento de alguma negociação. 

 

E o que eu faço com Bitcoins (BTC)?

 

Quando essa moeda surgiu não existiam muitas opções de produtos a venda aceitando Bitcoin, porém com o passar dos anos mais pessoas foram adquirindo criptomoedas e também aceitando como forma de pagamento.

Hoje desde pequenos comércios até grandes empresas aceitam Bitcoins como forma de pagamento, mas por ter um preço flutuante, essa moeda também é muito utilizada como oportunidade de investimento.

 

Separador de texto - Bitcoin.

 

Preço do Bitcoin / Pizza Day

 

Por ser pioneira e pela segurança de seu sistema, o Bitcoin é a moeda digital mais valorizada do mercado virtual. O preço do Bitcoin atualmente é extremamente alto, ou seja, quem comprou logo quando foi criada hoje em dia possui uma verdadeira fortuna.

Uma história que ficou famosa como “a primeira transação de criptomoedas” do mundo foi a de um americano conhecido como Laszlo Hanyecz, que em 2010 criou um tópico em um fórum conhecido como “Bitcointalk.org” oferecendo 10.000 Bitcoins em troca de 2 pizzas.

Naquela época, as duas pizzas custavam cerca de US$41,00. A publicação gerou vários comentários, porém somente após quatro dias da publicação uma pessoa se interessou pela proposta e comprou as pizzas para ele em troca dos 10.000 Bitcoins. Foi assim que esse episódio ficou conhecido como “Pizza Day”.

Em 2010, 10.000 Bitcoins valiam aproximadamente US$40,00. 

Levando em consideração que em 2017 houve a máxima histórica do preço do Bitcoin, atingindo o valor de US$20.089 para cada BTC (de acordo com dados divulgados pelo site CoinMarketCap). Caso Laszlo tivesse guardado esses 10.000 Bitcoins, nesse período ele teria US$200.890.000,00, e em real teria R$658.919.200,00.

 

Separador de texto - Bitcoin.

 

Pontos positivos e negativos

POSITIVOS:

 

     Moeda global

Assim como o real é a moeda do Brasil, o Bitcoin pode ser considerada a “moeda da internet”.

Com ela você pode fazer transferências para qualquer lugar do mundo, sem ter que se preocupar com taxas de transferência.

As taxas para essas transações normalmente são baixas.

     Descentralizada / Rede Peer-to-Peer 

É um sistema que possibilita fazer transferências sem a necessidade de um intermediário que controle a operação. Você pode movimentar o seu dinheiro sem pedir permissão.

     Rede segura e transparente

Devido ao sistema de Blockchain, onde todas as transações efetuadas ficam registradas em blocos para sempre, sem chance de serem apagadas ou falsificadas, e por ser de acesso totalmente público faz com que seus usuários se sintam seguros.

Além disso suas informações pessoais são totalmente anônimas, diferente de bancos que quando queremos abrir alguma conta temos que passar nossos dados pessoais.

Outro fator importante é que as transações são irreversíveis, ou seja, quando você envia Bitcoin para alguém não tem como reverter a transação, evitando alegações que não recebeu o dinheiro.

     Rápido

Os pagamentos são processados de maneira rápida, levando apenas alguns minutos para que seja confirmada a transferência.

 

Separador de texto

 

NEGATIVOS:

 

     Regulamentação

Um fato que tem gerado muitas discussões, é a questão da regulamentação da moeda, em alguns países já é reconhecida como legal, em outros é proibida e em alguns ainda não é regulamentada.

     Volatilidade

O preço do Bitcoin já atingiu valores altos e baixos, o que gerou grande repercussão na mídia e algumas pessoas até se referiram a moeda como uma bolha. 

Seu preço sofre variações muito rápidas, o que pode gerar prejuízo para quem não tem conhecimento sobre a volatilidade da moeda.

 

Separador de texto

 

Sobre o Bitcoin News

Somos a vanguarda da informação sobre Bitcoin e altcoins no Brasil.Desde 2013, fazemos iniciantes entenderem o que é criptomoeda e como funciona a blockchain e ajudamos especialistas a tomar decisões de investimento por meio de conteúdo original e notícias relevantes sobre as diferentes moedas digitais. Para isso, tornamos o conhecimento acessível em artigos, tutoriais, vídeos, podcasts e newsletters. Neles, informamos diariamente o valor do Bitcoin, Ethereum, Bitcoin Cash, Litecoin ou outros ativos, acompanhamos a movimentação do mercado de Bitcoin e seus efeitos sobre outras criptomoedas, avaliamos exchanges, moedas e outros projetos, trazemos especialistas para explicar conceitos e acontecimentos, e ensinamos desde operações básicas, como comprar Bitcoin, até mais complexas, como montar uma máquina de mineração.Se você quer ser o primeiro a saber disso tudo, acompanhe nossas redes sociais.