fbpx

Follow us on social

FMI

Paralisação causada pelo coronavírus levará a economia global à maior recessão desde 1929, diz FMI

Compartilhe com seus amigos

Fundo Monetário Internacional (FMI) estima que o PIB no Brasil vai recuar 5,3% neste ano. 

 

Separador de texto - Bitcoin.

 

Nesta terça-feira (14), o Fundo Monetário Internacional (FMI) divulgou um relatório informando que a pandemia de coronavírus levará a economia mundial a registrar em 2020 seu pior desempenho desde a Grande Depressão de 1929.

O órgão informou que a economia global sofrerá uma retração de 3% neste ano. A recuperação deverá aparecer somente no ano que vem de maneira parcial e incerta.

No fim de 2019, a projeção feita pelo FMI para o crescimento da economia mundial em 2020 era de 3,4%. Isso aponta que o tombo de mais de 6% é bem maior do que o registrado na crise financeira de 2008.

“A ‘Grande Paralisação’ [Great Lockdown] é a pior crise econômica desde a Grande Depressão e muito pior que a Crise Financeira Global [de 2008]”, afirmou Gita Gopinath, economista-chefe do FMI.

Separador de texto - FMI

Um gráfico divulgado pelo Fundo mostra um número alarmante da perda cumulativa do Produto Interno Bruto (PIB) global, que deve chegar a US$9 trilhões entre 2020 e 2021.

“Pela primeira vez desde a Grande Depressão, tanto as economias avançadas quanto os mercados emergentes e as economias em desenvolvimento estão em recessão”, afirmou Gopinath. 

No caso do Brasil, o FMI prevê que a economia recuará 5,3% em 2020. No domingo (12), o Banco Mundial havia projetado uma queda na casa dos 5% para o PIB do país.

Em outubro de 2019, o Fundo previa um crescimento de 2% para a economia brasileira em 2020. 

Separador de texto - Bitcoin.

De acordo com o relatório, a previsão para as economias mais desenvolvidas deve ser de retração de 6,1%, com uma recuperação prevista em torno de 4,5% para 2021.

A projeção feita pelo Fundo no final de 2019 apontava que os EUA poderiam crescer 2,1% em 2020, enquanto a China poderia chegar a um crescimento de 5,8%.

No entanto, a projeção atual para os EUA é de uma retração de 5,9% do PIB. Já a China, mesmo com a queda, deverá experimentar um crescimento de 1,2%. 

Separador de texto - FMI

O FMI afirma que é possível esperar que o PIB global avance na casa dos 5,8% em 2021. No entanto, o órgão enfatizou que esse crescimento vai depender da implementação de medidas e políticas públicas dos países.

Ainda segundo o Fundo, o lockdown e o distanciamento social são importantes no momento para retardar a transmissão do coronavírus, dando ao sistema de saúde tempo para que os pesquisadores desenvolvam terapias e uma vacina.  

“Essas medidas podem ajudar a evitar uma queda ainda mais grave e prolongada na atividade e preparar o terreno para a recuperação econômica”, informou o relatório. 

 

 

Cadastre seu e-mail para receber notícias e novidades em primeira mão.

Gostou desse artigo? Seja o primeiro a ver outros conteúdos como esse.


Compartilhe com seus amigos
About The Author

Somos a vanguarda da informação sobre Bitcoin e altcoins no Brasil. Desde 2013, fazemos iniciantes entenderem o que é criptomoeda e como funciona a blockchain e ajudamos especialistas a tomar decisões de investimento por meio de conteúdo original e notícias relevantes sobre as diferentes moedas digitais. Para isso, tornamos o conhecimento acessível em artigos, tutoriais, vídeos, podcasts e newsletters. Neles, informamos diariamente o valor do Bitcoin, Ethereum, Bitcoin Cash, Litecoin ou outros ativos, acompanhamos a movimentação do mercado de Bitcoin e seus efeitos sobre outras criptomoedas, avaliamos exchanges, moedas e outros projetos, trazemos especialistas para explicar conceitos e acontecimentos, e ensinamos desde operações básicas, como comprar Bitcoin, até mais complexas, como montar uma máquina de mineração. Se você quer ser o primeiro a saber disso tudo, acompanhe nossas redes sociais.