fbpx

Follow us on social

Hungria

Banco Central da Hungria retira cédulas de dinheiro de circulação para evitar a disseminação do coronavírus

Compartilhe com seus amigos

O Banco Central do país colocará notas de dinheiro em quarentena para desinfetá-las. 

 

Separador de texto - Banco Central da Hungria.

 

O Banco Central da Hungria (MNB) anunciou que colocará as cédulas de dinheiro do país em quarentena para evitar a disseminação do coronavírus. 

No início do mês, a Organização Mundial da saúde (OMS) informou que as notas de dinheiro podem colaborar para a disseminação da epidemia. A orientação é de que as pessoas lavem  “as mãos depois de tocar nas notas, por que o Covid-19 pode aderir à superfície por vários dias”.

Separador de texto - Banco Central da Hungria.

Em fevereiro, o Banco Central da China ordenou que todo o papel moeda que estivesse em locais com alta exposição ao coronavírus fosse retirado de circulação e colocado em quarentena. 

O Federal Reserve dos Estados Unidos também optou por colocar todas as notas bancárias provenientes da China em quarentena antes de colocá-las novamente em circulação.

Separador de texto - Bitcoin.

Agora, a Hungria determinou que adotará essa medida para conter o avanço da epidemia no país. 

Segundo o Banco Central da Hungria, bilhões de notas estão sendo retiradas de circulação diariamente para ficarem isoladas por 14 dias, período de incubação do vírus. Se necessário, as notas poderão ser embaladas e colocadas em um túnel aquecido a 160-170 graus Celsius, reduzindo a chance do vírus sobreviver nas notas bancárias. 

Separador de texto - Bitcoin.

Pagamentos sem contato

De acordo com uma pesquisa feita por cientistas alemães, o coronavírus pode sobreviver em superfícies de papel, como as cédulas de dinheiro, por 4 ou 5 dias. 

O uso de caixas eletrônicos também representa um risco, visto que o vírus pode sobreviver por um período na superfície.

Separador de texto - Bitcoin.

Com isso, o ideal é que a população opte por pagamentos absolutamente sem contato, como os pagamentos on-line, transações com criptomoedas e outros métodos semelhantes que evitam o contato direto entre pessoas e superfícies. 

A própria Organização Mundial da Saúde declarou que as pessoas devem optar por métodos alternativos de pagamentos, preferencialmente os que não exijam contato presencial. 

Separador de texto - Bitcoin.

Essa situação poderá aumentar ainda mais o interesse dos bancos centrais em emitirem suas próprias moedas digitais. Talvez não haja melhor momento para lançar uma criptomoeda do que agora, visto que a necessidade de pagamentos digitais nunca foi tão grande.

 

 

Cadastre seu e-mail para receber notícias e novidades em primeira mão.

Gostou desse artigo? Seja o primeiro a ver outros conteúdos como esse.


Compartilhe com seus amigos
About The Author

Somos a vanguarda da informação sobre Bitcoin e altcoins no Brasil. Desde 2013, fazemos iniciantes entenderem o que é criptomoeda e como funciona a blockchain e ajudamos especialistas a tomar decisões de investimento por meio de conteúdo original e notícias relevantes sobre as diferentes moedas digitais. Para isso, tornamos o conhecimento acessível em artigos, tutoriais, vídeos, podcasts e newsletters. Neles, informamos diariamente o valor do Bitcoin, Ethereum, Bitcoin Cash, Litecoin ou outros ativos, acompanhamos a movimentação do mercado de Bitcoin e seus efeitos sobre outras criptomoedas, avaliamos exchanges, moedas e outros projetos, trazemos especialistas para explicar conceitos e acontecimentos, e ensinamos desde operações básicas, como comprar Bitcoin, até mais complexas, como montar uma máquina de mineração. Se você quer ser o primeiro a saber disso tudo, acompanhe nossas redes sociais.