fbpx

Follow us on social

  Criptomoeda: 

      Entenda o que é e seu funcionamento

 

Ilustração com a logo de várias criptomoedas.

 

Criptomoeda, um tipo de moeda virtual, vem chamando a atenção de quem quer entender e apostar em um mercado inovador. 

 

Separador de texto - o que é criptomoeda?

 

Com o “boom” do valor do Bitcoin (moeda virtual) no ano de 2017, quando em janeiro valia menos de 800 dólares, e em dezembro do mesmo ano passou a valer mais de 20 mil dólares, muitas mídias começaram a falar sobre essa e outras criptomoedas, atraindo a atenção de pessoas e investidores para esse mercado. Mas aliás, você sabe o que são criptomoedas?

 

Separador de texto - o que é criptomoeda?

 

Criptomoeda é o nome dado às moedas virtuais, que assim como qualquer outro tipo de moeda, tem poder de compra e venda.

Ficaram conhecidas dessa maneira por utilizarem a criptografia em suas transações, (em grego: KRYPTÓS,“escondido”, e GRÁPHEIN, “escrita”), com o objetivo de garantir a segurança, e preservar a identidade de seus usuários.

 

História

 

Durante anos foram feitas tentativas para criar uma moeda que fosse virtual, porém todas apresentavam algum tipo de falha, fosse na segurança ou no seu modo de funcionamento.

Foi em 2008 que uma pessoa ou grupo que ainda não teve sua identidade revelada, mas que se intitulou Satoshi Nakamoto, publicou um arquivo em um e-mail apresentando o Bitcoin, “sistema de dinheiro eletrônico peer-to-peer”, ou seja, onde não há intermediários que controlem o seu funcionamento, como um Banco Central por exemplo.

No início de 2009, Satoshi disponibilizou o software para que essa moeda começasse a funcionar. Essa criptomoeda deu tão certo que hoje o Bitcoin é a principal criptomoeda do mercado virtual.

Principal porque depois de ver que seu sistema de funcionamento era seguro e eficaz, surgiram outras criptomoedas, que hoje já ultrapassam o número de 2000 no mercado. 

 

Como funciona

 

Para fazer compras e vendas utilizando as moedas virtuais é necessário que a pessoa tenha uma “carteira digital”, nela cada usuário é identificado por meio de números, diferente de um banco por exemplo que consta dados da pessoa.

Por ser um sistema totalmente descentralizado, Satoshi Nakamoto tinha a necessidade de criar um sistema seguro para que não houvesse problemas como duplicação da moeda virtual, e fraudes nas transações de seus usuários. Foi assim que surgiu a Blockchain; uma espécie de “livro de registro”, onde todas as transações feitas ficariam anotadas nessa rede para sempre. 

Cada transação é criptografada, e fica para osmineradores(computadores com alta capacidade de processamento),  a função de verificar, confirmar e publicá-las na blockchain. O processo feito por esses computadores potentes, consiste na resolução de cálculos complexos, e gera novos Bitcoins como forma de recompensa para o minerador que conseguir resolvê-lo.

Uma vez publicado na blockchain, todos os usuários têm acesso rápido às transações, o que torna esse processo seguro e transparente, tendo em vista que qualquer tentativa de alteração é facilmente identificado.

 

 

O que fazer com criptomoedas

 

Podemos considerar as criptomoedas como “moedas internacionais”, que podem ser utilizadas para fazer compras e vendas sem a necessidade de ter a moeda corrente de cada país.

Assim como na Bolsa de Valores existem acionistas que visam ganhar dinheiro com a compra e venda de ativos, com as criptomoedas funciona da mesma maneira. Existem pessoas que investem nas rápidas valorizações das criptomoedas para tentar obter lucro.

Outros investidores acreditam que futuramente as criptomoedas vão valer mais do que nos dias atuais, por isso investem e esperam por longos períodos de tempo.

 

Regulamentação

 

Com o aumento do interesse de pessoas de todas as partes do mundo em relação as criptomoedas, vários governos têm demonstrado preocupação em relação a esse assunto.

Por se tratar de moedas totalmente virtuais que prezam pelo anonimato de seus usuários, e também por sua característica descentralizada, ou seja, que não têm terceiros que controlem, esse assunto tem gerado muita polêmica.

No Brasil, por exemplo, já existem três projetos de lei, dois de autoria do deputado Aureo Ribeiro, e um do senador Flávio Arns. 

Entre as principais propostas dos projetos estão: a regulamentação das criptomoedas, penas para fraudes e crimes relacionados, e autorização para quebra de sigilo de clientes e “exchanges”.

Por ser algo relativamente novo, países estão entendendo como funciona o uso de criptomoedas e debatendo esse assunto; em alguns lugares o uso é proibido e em outros é considerado legal.

 

Ilustração com a logo de várias criptomoedas.

 

Principais criptomoedas

 

O sucesso do Bitcoin, fez com que milhares de criptomoedas fossem criadas. 

Essas moedas que vieram depois do Bitcoin são chamadas de altcoin, onde cada uma tem seu diferencial, e trazem diversos tipos de recursos para atender a necessidade de seus usuários.

 

Top 10 criptomoedas de acordo com o site “Coinmarketcap 

*Ranking é determinado conforme a capitalização de mercado: 

 

1° Bitcoin

2° Ethereum 

3° XRP

4° Litecoin

5° Bitcoin Cash

6° Binance Coin

7° Tether

8° EOS

9° Bitcoin SV

10° TRON

 

Separador de texto.

 

O uso de criptomoedas representa uma grande mudança no cenário financeiro, por isso quem tem interesse nesse mercado, é necessário estar bem informado sobre o seu funcionamento, se manter atento à notícias e é claro acompanhar os valores da criptomoeda que pretende investir.

 

Separador de texto.

 

Sobre o Bitcoin News

Somos a vanguarda da informação sobre Bitcoin e altcoins no Brasil.Desde 2013, fazemos iniciantes entenderem o que é criptomoeda e como funciona a blockchain e ajudamos especialistas a tomar decisões de investimento por meio de conteúdo original e notícias relevantes sobre as diferentes moedas digitais. Para isso, tornamos o conhecimento acessível em artigos, tutoriais, vídeos, podcasts e newsletters. Neles, informamos diariamente o valor do Bitcoin, Ethereum, Bitcoin Cash, Litecoin ou outros ativos, acompanhamos a movimentação do mercado de Bitcoin e seus efeitos sobre outras criptomoedas, avaliamos exchanges, moedas e outros projetos, trazemos especialistas para explicar conceitos e acontecimentos, e ensinamos desde operações básicas, como comprar Bitcoin, até mais complexas, como montar uma máquina de mineração.Se você quer ser o primeiro a saber disso tudo, acompanhe nossas redes sociais.