fbpx

Follow us on social

Grupo Bitcoin Banco

Cláudio Oliveira anuncia lançamento das novas plataformas do GBB e afirma que irá pagar todos os investidores

Em um áudio divulgado nesta terça-feira (3) nas redes sociais, o dono do Grupo Bitcoin Banco, Cláudio Oliveira, anunciou oficialmente o lançamento das novas plataformas de negociações do GBB: TemBTC, Zater Capital e NegocieCoins. De acordo com ele, as novas plataformas já possuem mais de 3 mil cadastros.

No áudio de quase seis minutos, Oliveira comunicou que as plataformas contarão com uma criptomoeda interna, intitulada Zatercoin (ZTC), que fará parte do Fortnox 2.0. Além disso, o dono do GBB disse que, devido às ferramentas serem novas, alguns defeitos poderão aparecer.

Separador de texto - Bitcoin.

Mudanças nas plataformas

Cláudio Oliveira mencionou algumas mudanças nas novas plataformas, dentre as quais o chamado “cadastro único”:

“Você se inscreve na Zater e automaticamente pode replicar o cadastro para as outras duas plataformas”, afirmou Cláudio.

Separador de texto - Bitcoin.

O dono do GBB informou ainda que, ao fazer o cadastro, o usuário terá uma carteira e uma conta na Zater e poderá escolher em qual plataforma deseja deixar o seu crédito na NegocieCoins ou na TemBTC. 

Quando o usuário entrar na plataforma desejada, o valor do crédito em Real será convertido em Zatercoin, uma moeda interna que só poderá ser utilizada na plataforma, de modo que não poderá ser sacada. Essa moeda faz parte da nova versão do Fortnox.

“Ela faz parte da nova versão do Fortnox, 2.0, que foi melhorado, corrigido e preparado para vocês trabalharem em trading.”

Separador de texto - Bitcoin.

O dono do GBB enfatizou que os traders terão algumas vantagens, como taxas reduzidas e custo zero para transferir Zatercoin de uma plataforma para outra. No entanto, ele afirmou que as taxas serão cobradas caso o investidor queira sacar algum valor da plataforma.

Separador de texto - Bitcoin.

Fortnox

O Fortnox, também conhecido como arbitragem infinita, era utilizado entre as corretoras TemBTC e NegocieCoins antes dos problemas apresentados em março do ano passado.

Separador de texto - Bitcoin.

Possíveis problemas

Oliveira relatou que podem haver defeitos nas plataformas por elas serem novas. Por isso, ele solicitou aos investidores que relatem esses problemas por meio das redes sociais ou por e-mail.

No dia 30 de janeiro, as plataformas de negociações de criptomoedas NegocieCoins e Zater Capital, do Grupo Bitcoin Banco, foram hackeadas. O acontecimento foi exatamente uma semana após a antiga NegocieCoins voltar a funcionar.

Separador de texto - Bitcoin.

Pagamento de saques atrasados

Em um recado aos portais de notícias, Cláudio prometeu que pagará todos os clientes.

“Em breve estaremos lançando o plano de recuperação judicial. […] Todos serão pagos, todos receberão seu dinheiro”, afirmou.

 

 

Cadastre seu e-mail para receber notícias e novidades em primeira mão.

Gostou desse artigo? Seja o primeiro a ver outros conteúdos como esse.

About The Author

Somos a vanguarda da informação sobre Bitcoin e altcoins no Brasil. Desde 2013, fazemos iniciantes entenderem o que é criptomoeda e como funciona a blockchain e ajudamos especialistas a tomar decisões de investimento por meio de conteúdo original e notícias relevantes sobre as diferentes moedas digitais. Para isso, tornamos o conhecimento acessível em artigos, tutoriais, vídeos, podcasts e newsletters. Neles, informamos diariamente o valor do Bitcoin, Ethereum, Bitcoin Cash, Litecoin ou outros ativos, acompanhamos a movimentação do mercado de Bitcoin e seus efeitos sobre outras criptomoedas, avaliamos exchanges, moedas e outros projetos, trazemos especialistas para explicar conceitos e acontecimentos, e ensinamos desde operações básicas, como comprar Bitcoin, até mais complexas, como montar uma máquina de mineração. Se você quer ser o primeiro a saber disso tudo, acompanhe nossas redes sociais.

Post a Comment

You don't have permission to register