fbpx

Follow us on social

Blockchain:

Entenda como funciona essa tecnologia e de que maneira pode ser usada

 

Ilustração com vários blocos para representar a blockchain.

 

A blockchain que tornou possível o funcionamento das moedas virtuais, vem chamando atenção de diversas empresas do mercado.

 

Separador de texto - blockchain

                      

O Bitcoin utiliza uma tecnologia conhecida como blockchain, que apesar de parecer complexa não é tão difícil assim. Compreender o que é, o seu mecanismo e como pode ser aplicado em empresas é fundamental para se sentir mais confiante em relação ao uso dessa tecnologia. 

 

Separador de texto - blockchain

 

Como surgiu

 

Durante anos, foram feitas várias tentativas para criar uma moeda virtual mas ter um sistema de funcionamento seguro, transparente e descentralizado era um verdadeiro desafio.

Em 2008, uma pessoa ou um grupo de nome fictício, Satoshi Nakamoto, publicou um documento anunciando a criação da moeda virtual Bitcoin.

Nesse documento Satoshi apresentou a blockchain, uma tecnologia que seria capaz de preencher todas essas características, tornando o uso dessa moeda viável.  

O que provavelmente Satoshi não sabia é que essa tecnologia serviria para a criação de outras criptomoedas, e que diversas empresas iriam se interessar e utilizar essa técnica. 

 

O que é 

 

Blockchain é uma cadeia de blocos que funciona como um “banco de dados”. Nela ficam registrados todos os dados e informações de um determinado processo.

Por exemplo no caso do Bitcoin, todas as transações feitas ficam gravadas na blockchain. 

Por ser um sistema descentralizado, ou seja, que não necessita de intermediários para funcionar, a blockchain usa um sistema peer-to-peer (ponto-a-ponto), formado por uma rede de computadores interligados onde todos tem acesso a uma cópia dos dados inseridos na blockchain.

Nesse sistema é possível ver e verificar todas as transações feitas na rede, porém os detalhes sobre as pessoas envolvidas em cada negociação não tem como saber por ser totalmente criptografado, garantindo a segurança do usuário.

Essa cadeia de blocos que é a blockchain, é formada por vários blocos ligados uns aos outros através de elos. Em cada bloco no caso do Bitcoin contém duas informações.

Um código, que representa um resumo das transações verificadas por ele e um outro código que consta todas as transações feitas anteriormente, desde que o sistema da blockchain começou a funcionar.

Uma vez inserida na blockchain todas essas informações são distribuídas em diversos computadores pelo mundo, o que torna a verificação fácil entre seus usuários e o sistema altamente seguro, logo, por mais que um hacker tente invadir um computador, todos os outros da rede vão ter as informações contidas na blockchain, fato que impossibilitaria que o sistema fosse afetado. 

 

 

Como funciona

 

Parece complexo, porém utilizando o exemplo do processo de transação do Bitcoin é mais simples de entender: 

 

 ENVIO: Nesse caso o processo tem início quando uma pessoa resolve enviar Bitcoin para a outra. 

Para ter certeza de que essa pessoa realmente tem moeda para enviar é necessário passar por um processo de verificação.

 

MINERAÇÃO: O processo de verificação é feito pelos mineradores, que consiste em milhares de computadores super potentes, que analisam através da resolução de cálculos matemáticos complexos se cada transação é válida, para então colocar em um bloco.

Como são várias informações (no caso do Bitcoin, diversas transações), cada bloco possui um resumo delas, que é representado por um “hash”. Um tipo de código que comprova esses dados.

Cada bloco tem um resumo das informações contidas nele (hash); junto com ele nesse mesmo bloco tem um outro “hash”, que representa o bloco anterior (nele estão as informações de todos os blocos que foram produzidos desde o início).

A cada dez minutos um novo bloco é criado, ou seja, ele terá uma hash própria de suas informações + uma hash contendo todas as informações anteriores. 

No caso do Bitcoin por exemplo: As informações das transações que o minerador verificou naquele bloco geram um hash, junto com ele nesse bloco tem mais um outro hash que contêm todas as transações feitas anteriormente desde o início da blockchain. 

Dessa maneira qualquer tentativa de alteração dos blocos é facilmente detectada e banida. 

Como forma de recompensa para o “minerador” resolveu o cálculo, ele ganha Bitcoins.

 

Ilustração mostrando como funcionam os blocos e o hash.

Funcionamento da blockchain.

 

3º BLOCKCHAIN: Após as informações serem verificadas pelos mineradores e colocadas no bloco, esses hashes contendo as informações dos blocos ficam gravados na blockchain para sempre.

Essas informações gravadas na blockchain são enviadas para milhares de computadores que participam dessa rede, possibilitando que cada um possa verificar e acompanhar tudo o que acontece lá. 

 

Separador de texto

 

Blockchain Vs Segurança

A tecnologia da blockchain apesar de ser relativamente nova tem atraído a atenção de muitas empresas por seu sistema de armazenamento de dados e informações ser muito seguro. 

Primeiro fator válido de se destacar é que por ser uma rede descentralizada, onde vários computadores tem acesso ao conteúdo da blockchain, caso um computador com as informações saia da rede todos os outros milhares vão continuar tendo os dados.

Por cada bloco possuir um hash próprio e ainda carregar com ele um hash contendo as informações de todos os blocos anteriores, isso torna o trabalho de um hacker praticamente impossível, até porque a cada dez minutos um novo bloco contendo as informações de todos os blocos anteriores é criado.

Além disso, como milhares de computadores espalhados pelo mundo tem os dados dos registros da blockchain, para mudar alguma informação seria necessário controlar a grande maioria da rede, o que é praticamente inviável.

Outra questão que mostra que a blockchain é uma tecnologia muito segura, é o fato de que todos os dados dela são verificados antes de serem colocados nela, o que garante no caso do Bitcoin, que a moeda chegue para a pessoa certa e que uma moeda não seja utilizada por mais de uma vez.

 

Blockchain Vs Empresas

Criada para tornar viável o funcionamento do Bitcoin, a tecnologia da blockchain demonstrou grande potencial de aplicação em diversos setores do mercado empresarial, podendo transformar o modo operacional de muitas empresas.

Por ser totalmente descentralizada, na qual dispensa a necessidade de ter intermediários, essa tecnologia é capaz de simplificar operações, além de garantir segurança, transparência e praticidade por seus dados ficarem registrados.

Com o seu uso é possível compartilhar dados, armazenar, rastrear produtos, autenticar, e acessar informações sem ter risco de fraudes e de perder informações.

Pela primeira vez, em 2018 uma carga de soja enviada dos Estados Unidos para a China, teve todas as suas etapas registradas na blockchain. 

 

Existem inúmeras possibilidades de uso da blockchain, por exemplo: 

     • Pode ser usada como forma de registrar votos para eleições, onde cada voto dificilmente seria alterado. 

     • Registro de documentos sem a necessidade de ir até um cartório.

     • Rastreamento de produção de alimentos.

     • A blockchain possibilita o envio e o recebimento de transações financeiras. 

     • Registro de automóveis, diplomas, identidade, imóveis. Nesse caso, a blockchain ajuda a evitar possíveis tentativas de alteração de dados. 

 

Separador de texto

Agora que foi possível entender como funciona a blockchain e como vários setores do mercado podem utiliza-lá para melhorar seu sistema operacional, você se sente confiante para utilizar essa tecnologia?

 

Separador de texto

 

Sobre o Bitcoin News

Somos a vanguarda da informação sobre Bitcoin e altcoins no Brasil.Desde 2013, fazemos iniciantes entenderem o que é criptomoeda e como funciona a blockchain e ajudamos especialistas a tomar decisões de investimento por meio de conteúdo original e notícias relevantes sobre as diferentes moedas digitais. Para isso, tornamos o conhecimento acessível em artigos, tutoriais, vídeos, podcasts e newsletters. Neles, informamos diariamente o valor do Bitcoin, Ethereum, Bitcoin Cash, Litecoin ou outros ativos, acompanhamos a movimentação do mercado de Bitcoin e seus efeitos sobre outras criptomoedas, avaliamos exchanges, moedas e outros projetos, trazemos especialistas para explicar conceitos e acontecimentos, e ensinamos desde operações básicas, como comprar Bitcoin, até mais complexas, como montar uma máquina de mineração.Se você quer ser o primeiro a saber disso tudo, acompanhe nossas redes sociais.