fbpx

Follow us on social

Paulo Guedes

Paulo Guedes volta a defender uma tributação para transações financeiras digitais e um “imposto sobre produtos do pecado”

Compartilhe com seus amigos

O Ministro da Economia, Paulo Guedes, defendeu mais uma vez a implementação de um novo imposto que incidiria sobre transações financeiras em meios digitais, bem como sobre os chamados “produtos do pecado”. O objetivo é desonerar a folha de pagamento das empresas. 

Embora o presidente Jair Bolsonaro tenha descartado o “imposto do pecado” em janeiro, sugerido por Guedes durante o Fórum Mundial em Davos (Suíça), o Ministro está insistindo na estratégia. 

“Imposto do pecado”

O imposto do pecado incidiria sobre produtos como cigarro, alimentos processados com açúcar e bebidas alcoólicas. 

Já o imposto sobre transações financeiras em meios digitais seria cobrado pelo uso aplicativos de smartphones ou via Internet Banking.

Na metade de dezembro de 2019, quando Guedes afirmou que o governo estava estudando a possibilidade de incluir o imposto sobre transações financeiras digitais na reforma tributária, ele afirmou que essa ideia surgiu por que as “transações digitais estão crescendo”. Sua proposta é de que a tributação seja de baixo valor.

O Ministro está buscando apoio ao projeto, enquanto negocia a votação de três outras propostas de reforma fiscal que estão tramitando no Senado, de acordo com o jornal Estadão. No entanto, a desoneração dos salários é a ideia central desenhada por Guedes, que acredita que esta seria a maneira de viabilizar a aprovação de uma reforma tributária em um curto prazo. 

Embora o novo imposto esteja enfrentando resistência no parlamento, desta vez Guedes terá ao seu lado congressistas que poderão apoiar a inclusão do tributo. 

Inicialmente, a equipe econômica tinha criado uma proposta em que qualquer transação deveria ser tributada, inclusive aquelas realizadas com papel-moeda. Contudo, a iniciativa não teve apoio do presidente Jair Bolsonaro e resultou na demissão do então Secretário da Receita, Marcos Cintra.

A equipe econômica de Guedes está trabalhando para apresentar o quanto antes sua proposta do ITF. 

Cadastre seu e-mail para receber notícias e novidades em primeira mão.

Gostou desse artigo? Seja o primeiro a ver outros conteúdos como esse.


Compartilhe com seus amigos
About The Author

Somos a vanguarda da informação sobre Bitcoin e altcoins no Brasil. Desde 2013, fazemos iniciantes entenderem o que é criptomoeda e como funciona a blockchain e ajudamos especialistas a tomar decisões de investimento por meio de conteúdo original e notícias relevantes sobre as diferentes moedas digitais. Para isso, tornamos o conhecimento acessível em artigos, tutoriais, vídeos, podcasts e newsletters. Neles, informamos diariamente o valor do Bitcoin, Ethereum, Bitcoin Cash, Litecoin ou outros ativos, acompanhamos a movimentação do mercado de Bitcoin e seus efeitos sobre outras criptomoedas, avaliamos exchanges, moedas e outros projetos, trazemos especialistas para explicar conceitos e acontecimentos, e ensinamos desde operações básicas, como comprar Bitcoin, até mais complexas, como montar uma máquina de mineração. Se você quer ser o primeiro a saber disso tudo, acompanhe nossas redes sociais.