fbpx

Follow us on social

Grupo Bitcoin Banco

Clientes do Bitcoin Banco são levados à delegacia após manifestação em Curitiba

Compartilhe com seus amigos

Polícia Militar levou manifestantes em razão do barulho em frente à sede do Grupo Bitcoin Banco.

 

Clientes do Grupo Bitcoin Banco estão há mais de uma semana fazendo manifestações pacíficas em frente à sede da empresa, solicitando que o empresário Cláudio Oliveira libere os saques bloqueados de seus investidores.

 

Na manhã desta sexta-feira (01), o protesto tomou outro rumo: a presença de viaturas da Polícia Militar foi solicitada mais de uma vez para que os manifestantes parassem de bater panelas e gritar palavras de ordem em frente ao edifício comercial. 

Na primeira vez em que a PM esteve no local, o pedido foi que os clientes parassem de bater panelas. 

 

Porém, de acordo com os manifestantes, a empresa solicitou novamente a presença da PM, que levou os clientes no camburão até o 8º Distrito Policial do Portão. Quando pedimos confirmação sobre o ocorrido à empresa, no entanto, a informação foi negada por um dos funcionários por e-mail. Segundo ele, não há prova de que foi o GBB quem solicitou as viaturas.

 

Um dos clientes que foi levado à delegacia relatou que o dono do GBB, Cláudio Oliveira, registrou uma queixa contra os manifestantes. A informação também foi negada pela assessoria de imprensa da empresa, que declarou que se houver uma queixa, a mesma foi formalizada pelo banco, não por seu CEO. 

 

Os vídeos a seguir foram gravados e enviados por um dos manifestantes levados pela PM.

 

Os clientes tiveram que ficar no distrito para prestar depoimento, mas já foram liberados e pretendem continuar manifestando em frente à sede da empresa, ainda que limitados a restrições feitas pela polícia. Conversamos com um deles por telefone, que relatou: “Me sinto muito humilhado. Estou me sentindo privado do meu direito de me manifestar.”

A lei

A Constituição Federal brasileira garante a “liberdade de reunião”, desde que os participantes do ato não estejam anônimos, isto é, usando máscaras ou algo que esconda o rosto. 

Solicitamos uma nota à assessoria de imprensa do Grupo Bitcoin Banco, que disse não ter nada a declarar sobre o acontecimento.

Cadastre seu e-mail para receber notícias e novidades em primeira mão.

Gostou desse artigo? Seja o primeiro a ver outros conteúdos como esse.


Compartilhe com seus amigos
About The Author

Somos a vanguarda da informação sobre Bitcoin e altcoins no Brasil.Desde 2013, fazemos iniciantes entenderem o que é criptomoeda e como funciona a blockchain e ajudamos especialistas a tomar decisões de investimento por meio de conteúdo original e notícias relevantes sobre as diferentes moedas digitais. Para isso, tornamos o conhecimento acessível em artigos, tutoriais, vídeos, podcasts e newsletters. Neles, informamos diariamente o valor do Bitcoin, Ethereum, Bitcoin Cash, Litecoin ou outros ativos, acompanhamos a movimentação do mercado de Bitcoin e seus efeitos sobre outras criptomoedas, avaliamos exchanges, moedas e outros projetos, trazemos especialistas para explicar conceitos e acontecimentos, e ensinamos desde operações básicas, como comprar Bitcoin, até mais complexas, como montar uma máquina de mineração.Se você quer ser o primeiro a saber disso tudo, acompanhe nossas redes sociais.