fbpx

Follow us on social

Andreas Antonopoulos diz que computador quântico não vai afetar as criptomoedas

Compartilhe com seus amigos

Nesta semana, o Google anunciou que um computador quântico desenvolvido pela empresa foi o primeiro a alcançar a supremacia quântica. 

Em um artigo publicado pela revista Nature, eles disseram ter conseguido realizar um cálculo complexo em apenas 200 segundos por meio do seu processador quântico, chamado de Sycamore. De acordo com o Google, o computador Summit, que é o mais poderoso do mundo, demoraria mais de 10 mil anos para concluir o mesmo processo. 

No entanto, a IBM questionou alguns dados apresentados pelo gigante do mercado: pesquisadores escreveram no blog da empresa que uma simulação ideal da mesma tarefa poderia ter sido realizada em um computador clássico em apenas 2,5 dias.

Além disso, a IBM questionou a definição do Google sobre supremacia quântica:

 

“Os computadores quânticos nunca vão reinar supremamente sobre os computadores clássicos, mas sim trabalhar juntos, já que cada um tem seus pontos fortes únicos.”

Separador de texto - Bitcoin.

Impacto nas criptomoedas

A notícia chegou a gerar debates, incertezas e dúvidas na comunidade de criptomoedas, que questionou qual efeito a nova tecnologia poderia causar na mineração e nas criptomoedas.

O especialista em Bitcoin e blockchain Andreas Antonopoulos tranquilizou os internautas em um vídeo publicado em seu canal: 

 

“Qual é o efeito [do computador quântico] na mineração e no mundo das criptomoedas em geral? Nenhum, nada realmente acontece.”

 

De acordo com ele, a supremacia quântica que o Google desenvolveu está demonstrando “[..] a aplicabilidade prática de computadores quânticos a certas classes de problemas.”

Antonopoulos continuou afirmando que “ essas classes de problemas não são as mesmas que estamos falando quando falamos sobre quebrar a criptografia [das criptomoedas].”

Além disso, o especialista citou que o problema não é o Bitcoin, porque todos os outros sistemas do mundo dependem e funcionam através da criptografia clássica, que são mais vulneráveis do que o BTC.

 

“Se tivermos computadores quânticos que podem fazer milhares de qubits, com resultados consistentes, nós temos um problema muito maior, e o maior problema que temos é que o mundo inteiro — comunicações confidenciais,  sistema financeiro — hoje dependem da criptografia clássica.”

 

Separador de texto - Bitcoin.

Computação quântica X Computadores “clássicos”

Os ditos computadores clássicos usam a unidade de informação chamada de “bits” —  conjuntos de algarismos 1 ou 0 —  que são usados para lidar com tarefas lógicas.

A computação quântica, por sua vez, utiliza o “qubit” (bit quântico), que pode assumir o valor de 1 e 0 ao mesmo tempo. Ou seja, ela utiliza uma propriedade de partículas subatômicas que permite que vários cálculos sejam realizados ao mesmo tempo.

 

 

Cadastre seu e-mail para receber notícias e novidades em primeira mão.

Gostou desse artigo? Seja o primeiro a ver outros conteúdos como esse.


Compartilhe com seus amigos
About The Author

Somos a vanguarda da informação sobre Bitcoin e altcoins no Brasil.Desde 2013, fazemos iniciantes entenderem o que é criptomoeda e como funciona a blockchain e ajudamos especialistas a tomar decisões de investimento por meio de conteúdo original e notícias relevantes sobre as diferentes moedas digitais. Para isso, tornamos o conhecimento acessível em artigos, tutoriais, vídeos, podcasts e newsletters. Neles, informamos diariamente o valor do Bitcoin, Ethereum, Bitcoin Cash, Litecoin ou outros ativos, acompanhamos a movimentação do mercado de Bitcoin e seus efeitos sobre outras criptomoedas, avaliamos exchanges, moedas e outros projetos, trazemos especialistas para explicar conceitos e acontecimentos, e ensinamos desde operações básicas, como comprar Bitcoin, até mais complexas, como montar uma máquina de mineração.Se você quer ser o primeiro a saber disso tudo, acompanhe nossas redes sociais.