fbpx

Follow us on social

Telegram

Juiz suspende emissão de token do Telegram em liminar solicitada pela SEC

Nesta terça-feira (24), o juiz do Tribunal Distrital do Sul de Nova York, P. Kevin Castel, determinou em decisão liminar que a distribuição do token “GRAM” viola as leis de valores mobiliários dos EUA. 

Na decisão, Castel ordenou que a plataforma de mensagens Telegram se abstenha de emitir sua criptomoeda “GRAM”, atendendo a uma solicitação da Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC).

Na liminar, o juiz diz que a SEC demonstrou um caso plausível de que o Telegram havia vendido títulos não registrados.

Separador de texto - Bitcoin.

O órgão regulador processou o Telegram em outubro de 2019, afirmando que a empresa havia violado a lei federal quando levantou quase US$2 bilhões com a venda de tokens em 2018, prometendo aos investidores que mais tarde revenderiam esses tokens ao público com um lucro considerável.  

“A SEC demonstrou uma probabilidade substancial de sucesso em provar que o atual plano do Telegram de distribuir Grams é uma oferta de valores mobiliários”, destacou.

Separador de texto - Bitcoin.

Na época, o Telegram contestou as reivindicações da SEC, mas concordou em adiar o lançamento de seu token até que o caso fosse resolvido. 

A empresa vendeu sua criptomoeda sob o chamado contrato simples para tokens futuros (SAFT), que é um contrato de investimento projetado para fornecer uma alternativa compatível com uma ICO.

Separador de texto - Telegram.

Agora, a SEC deu passo mais perto de garantir que haja uma decisão permanente. 

O juiz constatou que a “revenda de GRAMS para o mercado público secundário seria parte integrante da venda de valores mobiliários sem declaração de registro necessária”.

Separador de texto - Telegram.

Castel disse: “O Telegram sabia e entendia que compradores ​​não estariam dispostos a pagar US $ 1,7 bilhão para adquirir grams apenas como um meio de armazenar e transferir valor. Em vez disso, o Telegram desenvolveu um esquema para maximizar o valor que os compradores iniciais estariam dispostos a pagar, criando uma estrutura para permitir que esses compradores maximizassem o valor que receberiam após a revenda ao mercado”.

Embora uma liminar não seja uma decisão final, o parecer do Tribunal sugere que provavelmente também será introduzida uma liminar permanente. O Telegram poderá recorrer à liminar e levá-la a julgamento. 

 

 

Cadastre seu e-mail para receber notícias e novidades em primeira mão.

Gostou desse artigo? Seja o primeiro a ver outros conteúdos como esse.

About The Author

Somos a vanguarda da informação sobre Bitcoin e altcoins no Brasil. Desde 2013, fazemos iniciantes entenderem o que é criptomoeda e como funciona a blockchain e ajudamos especialistas a tomar decisões de investimento por meio de conteúdo original e notícias relevantes sobre as diferentes moedas digitais. Para isso, tornamos o conhecimento acessível em artigos, tutoriais, vídeos, podcasts e newsletters. Neles, informamos diariamente o valor do Bitcoin, Ethereum, Bitcoin Cash, Litecoin ou outros ativos, acompanhamos a movimentação do mercado de Bitcoin e seus efeitos sobre outras criptomoedas, avaliamos exchanges, moedas e outros projetos, trazemos especialistas para explicar conceitos e acontecimentos, e ensinamos desde operações básicas, como comprar Bitcoin, até mais complexas, como montar uma máquina de mineração. Se você quer ser o primeiro a saber disso tudo, acompanhe nossas redes sociais.

Post a Comment

You don't have permission to register